Comunidade CristãVida Cristã

Convergência em Cristo Jesus

Conteúdo Publicitário

Assim, cada um de nós prestará contas de si mesmo a Deus. Por isso paremos de criticar uns aos outros. Pelo contrário, cada um de vocês resolva não fazer nada que leve o seu irmão a tropeçar ou cair em pecado. Romanos 14:12,13
Paulo, Apóstolo

A disparidade entre uma linha e outra não as põe em oposição ou concorrência, se elas estiverem postas numa direção que as leve ao mesmo fim.

Com isto, digo que, as diferenças (inter)denominacionais não tornam estas inimigas umas das outras, se o fim delas for Cristo Jesus e a obediência aos seus mandamentos.

Que existem diferenças entre as comunidades cristãs é fato. Que há uma distância entre uma e outra, sem dúvida. Assim, como não há um indivíduo igual ao outro, tampouco haverá uma comunidade semelhante a outra. Inclusive, uma comunidade cristã é feita de gente diferente, que apesar de pecadoras, são niveladas pelo amor e pela graça de Deus. Cabe assim, a cada cristão, se encaixar em sua comunidade de fé.

Porque a questão em si não é a comunidade, mas o fim pelo qual ela existe. Ela tem sim a sua importância, especialmente se o motivo de sua existência for levar a vida de Cristo para a vida de seus membros, e consequentemente à sociedade.

Na bíblia, encontramos diversas comunidades, igrejas, diferentes umas das outras, embora elas celebrassem o mesmo Cristo. Só em Apocalipse, vemos João “endereçando” cartas à sete comunidades diferentes (Esmirna, Pérgamo, Tiatira, Sardes, Filadélfia e Laodicéia). Dentre estas, apenas Laodicéia foi duramente repreendida, por levar uma vida dupla e morna. Contudo, Jesus não lhe negou seu amor, antes reforçou-o dizendo que repreende e castiga a todos quanto ele ama, exortando-a ao arrependimento.

Desse modo, mesmo diferentes, mesmo havendo uma disparidade entre as comunidades cristãs, o mais importante a considerar é se elas de fato celebram e obedecem ao Cristo vivo e ressurreto, amando como ele amou e servindo como ele serviu.

… e se revestiram do novo, o qual está sendo renovado em conhecimento, à imagem do seu Criador. Nessa nova vida já não há diferença entre grego e judeu, circunciso e incircunciso, bárbaro e cita, escravo e livre, mas Cristo é tudo e está em todos. Portanto, como povo escolhido de Deus, santo e amado, revistam-se de profunda compaixão, bondade, humildade, mansidão e paciência. Colossenses 3:10-12 Paulo, Apóstolo

pois os que em Cristo foram batizados, de Cristo se revestiram. Não há judeu nem grego, escravo nem livre, homem nem mulher; pois todos são um em Cristo Jesus. Gálatas 3:27,28 Paulo, Apóstolo

© Autor: Moisés Carneiro 

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo